Salte a conteúdo principal

Hitachi

Inovação Social

    • AI

    FinTechs estão transformando o setor de serviços financeiros atual, com serviços completamente novos já sendo fornecidos no mundo. O setor de seguros também está passando por uma mudança resultante do surgimento da InsurTech. (InsurTech é uma palavra criada a partir de “Insurance” (seguro) e “Technology” (tecnologia).)

    Uma empresa que faz esforços avançados de InsurTech é a seguradora Dai-ichi Life Insurance Co., Ltd. Com base em uma pesquisa colaborativa com a Hitach,i que utiliza big data médico, a empresa está incorporando a inovação em seus negócios de seguros de vida, fornecendo tranquilidade e apoio à saúde durante toda a vida do cliente.

    Resumo do Estudo de Caso

    • Desafio
      Necessidade de resolver problemas de negócios de seguros por meio de inovações digitais que utilizam big data médico.
    • Solução
      Pesquisa conjunta com a Hitachi para desenvolver um modelo de avaliação quantitativa que prevê probabilidades de hospitalização e os tempos de estadia devido a doenças do estilo de vida adulto.
    • Resultado
      A Dai-Ichi Life reviu seus critérios de subscrição de riscos de seguros para que os clientes que antes consideravam difícil adquirir apólices por causa de suas condições de saúde pudessem, agora, obter cobertura.
      A empresa prevê cerca de 2.000 novos segurados em um ano.
    • Visão
      Expandir o potencial dos negócios de seguro de vida por meio da inovação a fim de tornar-se uma parceira vitalícia dos clientes, contribuindo para a qualidade e a expectativa de vida saudável.

    Desafio

    O uso efetivo do big data médico é essencial para a inovação digital.


    O Japão está envelhecendo rapidamente. Até 2025, cerca de 18% das pessoas terão mais de 75 anos. Cerca de 10 milhões de japoneses sofrem de diabetes, o que constitui um recorde. É fundamental que o Japão desenvolva uma estrutura que permita que as pessoas desfrutem de estilos de vida de qualidade coibindo a prevalência e a gravidade de tais doenças de estilo de vida e impedindo a expansão dos gastos médicos nacionais.

    Há uma crescente expectativa de que a inovação digital usando big data ou inteligência artificial possa ajudar a resolver esses problemas.


    Por exemplo, a análise complexa de dados médicos de instituições médicas, sindicatos de seguros de saúde e outras organizações poderia permitir a detecção precoce de diversas doenças e identificar as tendências destas. Esse aprendizado poderia ser usado para melhorar a qualidade da medicina preventiva, aprimorar os cuidados de enfermagem e preservar a saúde. Em outras palavras, o big data médico seria testado para gerar novo valor.

    Solução

    Realização de pesquisa conjunta com a Hitachi para revisar os critérios de subscrição de riscos de seguros a fim de ampliar as aberturas para os segurados.

    Já é possível enxergar a materialização das inovações. Uma das empresas que lideram o caminho é a grande seguradora japonesa Dai-ichi Life.

    Para reforçar seu papel de provedora de tranquilidade e extenso apoio à saúde alinhado com os ciclos de vida dos clientes, a Dai-Ichi Life reúne suas próprias atividades de InsurTech para impulsionar sua inovação nos seguros de vida, a qual chama de “InsTech”. A empresa reuniu cerca de 30 profissionais de vários departamentos para criar a Equipe de Inovação InsTech, que busca avanços em três áreas estratégicas prioritárias. A saúde, a subscrição de riscos de seguros e o marketing.

    Entretanto, a Dai-Ichi Life encontrou dificuldades em lidar sozinha com a InsurTech, que exige as mais recentes tecnologias e especializações. Portanto, a empresa trouxe recursos externos de desenvolvimento e envolveu-se em colaboração externa e trabalho ecossistêmico com outras indústrias.

    Kenji Itaya, que supervisiona a subscrição do desenvolvimento de produtos e serviços para a Equipe de Inovação InsTech, afirma que “Com o surgimento de vários modelos de negócios colaborativos entre indústrias, não há espaço para complacência no setor de seguros de vida. Na realidade, outros setores têm novas perspectivas e pistas que não conseguimos identificar sozinhos. Precisamos gerar contribuições mutuamente benéficas em prol da inovação. ”

    A Dai-Ichi Life iniciou uma pesquisa conjunta com a Hitachi em setembro de 2016. Após cerca de um ano, as duas desenvolveram um modelo de avaliação quantitativa para prever a probabilidade de hospitalização e os tempos de estadia decorrentes de doenças do estilo de vida.

    Este modelo foi originado de três elementos. Big data médico de cerca de 10 milhões de segurados da Dai-ichi Life, conhecimento médico da subscrição de seguros e o conhecimento prático da análise da tecnologia de previsão de gastos médicos da Hitachi*. A Dai-ichi Life usou o modelo para revisar seus critérios de subscrição e fornecer cobertura a alguns pacientes com pressão alta submetidos a tratamento ativo.

    Itaya diz que, “Anteriormente, as portas para a cobertura da vida estavam abertas ou fechadas, com prêmios mais altos do que o costumeiro para indivíduos com problemas de saúde, os que de fato mais precisam de um seguro. Para cumprir nossa missão social como seguradora, queríamos fornecer uma cobertura que oferecesse tranquilidade a mais clientes usando a InsTech e oferecendo os mesmos benefícios a todos ”.

    Kei Adachi, responsável por cuidar das avaliações de subscrição de apólices como um médico interno, diz que “as doenças do estilo de vida adulto, como hipertensão e diabetes, constituem os grupos de maior prevalência e risco no Japão. Uma vez que estas doenças podem levar a acidentes vasculares cerebrais ou ataques cardíacos com risco letal, os pacientes são mais ansiosos do que os que não têm esses sintomas. É por isso que nos propusemos a desenvolver este modelo.”

    As seguradoras tradicionalmente tomam decisões regulares sobre o fornecimento de cobertura ou contratos especiais a pessoas com doenças relacionadas ao estilo de vida ou àqueles que têm histórico de tais doenças. Mas nem todos que possuem a mesma doença enfrentam o mesmo risco. O modelo de avaliação quantitativa possibilitou uma tomada de decisão detalhada para analisar a cobertura de cada indivíduo.

    Por que a empresa escolheu a Hitachi como parceira nesse projeto? Pois a experiência da Hitachi em uma série de iniciativas ao longo dos anos determinou a resolução de problemas no âmbito da saúde.

    A Hitachi desenvolveu uma gama de tecnologias e soluções médicas, inclusive em diagnósticos por imagem, especialmente para equipamentos de diagnóstico por ultrassonografia e imagens de ressonância magnética. Ela também desenvolveu sistemas de testes e registros de saúde eletrônicos para hospitais e instituições médicas no Japão e no exterior.

    Além disso, a empresa desenvolveu um modelo de progressão de doenças que utiliza inteligência artificial para prever taxas de incidência de doenças relacionadas ao estilo de vida e despesas médicas totais. Com base nesse modelo, desenvolveu uma solução para controlar os gastos médicos anuais com doenças do estilo de vida. A pesquisa conjunta com a Dai-ichi Life baseou-se amplamente nas tecnologias avançadas e no conhecimento prático da Hitachi.

    Antes de iniciar a pesquisa conjunta, a Hitachi usou o NEXPERIENCE, um processo sistemático de criação colaborativa com o cliente voltado para a consideração e o compartilhamento de uma nova visão ou um novo modelo de negócios para garantir o sucesso da colaboração com a Dai-ichi Life. As duas empresas tiveram amplas discussões sobre a criação de valor para o cliente com a InsTech, combinando seu conhecimento com 10 ou 20 anos de antecedência em um workshop conjunto.

    *
    A tecnologia foi desenvolvida em conjunto pela Hitachi e pela Hitachi Health Insurance Society, a fim de prever as taxas de incidência de doenças relacionadas ao estilo de vida e as despesas médicas totais. Contas médicas anônimas e dados específicos de exames de saúde foram usados para desenvolver a tecnologia.

    Resultado

    Espera-se que 2.000 novos segurados tenham coberturas de acordo com os critérios de subscrição analisados em um ano

    No decorrer do desenvolvimento de um modelo de avaliação quantitativa para prever a probabilidade de hospitalizações e tempos de estadia devido a doenças do estilo de vida, o primeiro tema de pesquisa, especialistas em análise da Hitachi trabalharam por um ano no departamento Dai-ichi Life que avalia a cobertura de vida. Por meio desse trabalho no local, eles adquiriram de modo gradual uma compreensão da natureza dos dados do segurado (informações ao adquirir coberturas, status quando hospitalizados após um período considerável, etc.) e condições de avaliação. Eles também desenvolveram uma técnica para analisar riscos de indivíduos com várias doenças e visualizar as evidências desses resultados analytics, alavancando os dados médicos, como exames médicos e reclamações de seguro dos 110.000 membros da Hitachi Health Insurance Society. Eles dedicaram tempo e esforços para avaliar e validar as descobertas.

    Kei Adachi diz estar muito satisfeito com a colaboração de sua empresa com a Hitachi. Ele diz, “Nossa hipótese era de que, ainda que houvesse sintomas de hipertensão, os riscos de operação e hospitalização em função do sintoma não seriam maiores do que os de um indivíduo saudável, caso a situação fosse controlada adequadamente por meio de visitas hospitalares e medicações. Descobrimos ser muito significativo poder verificar essa hipótese com o modelo de previsão de probabilidades de hospitalização. Também é inovador o fato de agora podermos prever os riscos à saúde de indivíduos com múltiplas doenças ”.

    O trabalho duro está começando a produzir resultados sólidos. A revisão dos critérios de subscrição com base no modelo significou que mais de 300 indivíduos, que anteriormente não tinham cobertura devido ao seu estado de saúde, podiam agora adquirir cobertura de seguro apenas um mês depois de a Dai-Ichi Life ter adotado o novo critério, em julho de 2017. Adachi também observa que, “em um ano ou mais, procuramos fornecer cobertura para mais 2.000 pessoas que antes achavam difícil conseguir um seguro”.

    Esse novo modelo de negócios de ampliação da base de clientes ao passo que controla os riscos tem grande impacto no setor de seguros de vida, que está preocupado com o declínio do número de segurados em meio a uma taxa de natalidade decrescente. A administração da Dai-ichi Life também ficou muito satisfeita com este resultado, e planeja continuar focada no fortalecimento de serviços para materializar seu credo corporativo “Cliente em Primeiro Lugar”

    Visão

    Ser uma parceira vitalícia na promoção da qualidade e expectativas de vida saudáveis.

    À luz do sucesso de seu esforço inicial, a Dai-ichi Life e a Hitachi entraram em uma segunda etapa de pesquisa conjunta em setembro de 2017. Elas estão realizando pesquisas básicas focadas em mudanças nas condições médicas individuais e nos hábitos dos estilos de vida.

    Para apólices de seguro de vida, as empresas normalmente determinam se devem ou não oferecer cobertura com base na saúde dos solicitantes. Porém, os riscos de hospitalização ou perda de vida podem variar entre dois candidatos com as mesmas condições de saúde, ao passo que suas doenças e seus hábitos de vida mudam. A Dai-Ichi Life planeja, portanto, rever o escopo de cobertura, desenvolver serviços para evitar a prevalência e a gravidade de doenças e melhorar a saúde ao avaliar as mudanças nas condições de saúde ao longo do tempo, em vez de avaliar as pessoas no momento das solicitações.

    Kenji Itaya diz que “as iniciativas InsurTech em todos os lugares, não apenas em nossa empresa, estão preparadas para transformar modelos de negócios para todo o setor de seguros de vida. Até o momento, nosso modelo esteve concentrado no apoio financeiro em casos de emergências. Entretanto, funcionaremos mais como uma parceira vitalícia para promover a qualidade e as expectativas de vida saudáveis a cada cliente”.

    A aplicação de big data médico é um divisor de águas para o negócio de seguros. A Dai-ichi Life Insurance planeja manter-se pioneira na inovação no seu setor no Japão, buscando a colaboração entre indústrias.

    A Hitachi continuará colaborando com outras empresas para criar soluções de cuidados com a saúde avançadas que melhorem a qualidade de vida, reforcem a qualidade médica e contribuam para uma vida saudável, segura e protegida nas sociedades em todo o mundo.

    Data de Publicação: Fevereiro de 2018
    Soluções Por: Hitachi, Ltd. Unidade de Negócios Instituições Financeiras