Salte a conteúdo principal

Hitachi

Inovação Social

  • Água
  • Dados Analíticos

Crescimento da capital exigiu a expansão do sistema de abastecimento da SABESP.

Chegamos à América do Sul em 1940, no Brasil. Em 1954, chegamos à Argentina. E assim continuou o crescimento da Hitachi South America, acompanhando o desenvolvimento local com soluções globais em tecnologia e produtos voltados ao bem-estar e ao desenvolvimento.

Visão Geral

  • Desafio
    Transpor grandes volumes de água até o reservatório de Águas Claras, a 120 metros de altura.
  • Resultado
    Mais de 8,8 milhões de pessoas beneficiadas com água tratada.

Histórico

Vinda de imigrantes para a capital saturou a capacidade de fornecimento de água da SABESP.

Hitachi foi selecionada para participar da modernização do sistema e ajudar a levar água tr3atada a mais de 8,8 milhões de pessoas.

A SABESP fornece serviços de água e esgoto para uso residencial, comercial e industrial à cidade de São Paulo e a mais da metade dos 645 municípios do Estado de São Paulo.

Neste vídeo: Carlos Roberto Dardis, Gerente da Divisão de Recursos Hídricos Metropolitanos Norte fala sobre as dificuldades que a Sabesp sofria para captar, transportar e armazenar água de mananciais para o tratamento e abastecimento à população e como a Hitachi solucionou este problema (entrevistado em Setembro de 2010).

Na década de 1960, a capital do Estado de São Paulo vivia um verdadeiro boom demográfico, provocado principalmente pela vinda frenética de imigrantes. Isso aumentou a demanda por água tratada, o que saturou a capacidade da infraestrutura da SABESP na época e fez a cidade sofrer com a falta de água.

Para resolver esse problema e atender ao rápido crescimento populacional, a SABESP percebeu uma necessidade de investimento para a expansão do sistema de fornecimento de água da região.

Dada a expertise da Hitachi em complexos projetos de sistemas de bombeamento de água, a empresa foi selecionada para participar da modernização e reconfiguração do sistema, e ajudar a levar água tratada a mais de 8,8 milhões de pessoas.

Projeto

Transpor grandes volumes de água até o reservatório de Águas Claras, a 120 metros de altura.

Vencer as dificuldades do relevo era condição para o novo sistema de abastecimento da SABESP começar a funcionar.

Equipamentos não podiam apresentar defeitos ou necessitar de reparos e manutenção.

Para que o Sistema Cantareira pudesse fornecer água tratada de qualidade a população de São Paulo, havia a necessidade de se elevar uma grande quantidade de água através da Serra da Cantareira até a estação de tratamento de água do Guaraú.

Mas vencer as dificuldades do relevo não era o único empecilho. A população de São Paulo ficaria dependente da água que o Complexo Cantareira viria a fornecer, portanto os equipamentos deveriam funcionar praticamente sem apresentar defeitos ou necessitar de reparos e manutenção que afetariam sua produtividade.

Uma pesquisa foi conduzida para buscar uma empresa com conhecimentos e capacidades tecnológicas suficientes para planejar e construir equipamentos tão complexos, o que trouxe a SABESP até a Hitachi.

A elevação dos altos volumes de água por 120 metros até a estação de tratamento foi para nós um grande desafio. Precisava-se de equipamentos de alta qualidade e durabilidade, já que o trabalho de bombeamento não poderia parar por grandes períodos para reparos sem comprometer o abastecimento de água a milhões de habitantes.

CARLOS ROBERTO DARDIS
Gerente de Divisão de Recursos Hídricos Metropolitanos Norte.

SABESP apresenta metas à Hitachi.

Logo que iniciou sua participação no projeto, a Hitachi foi apresentada aos seguintes desafios, começando desde então a buscar soluções para suprir as necessidades da SABESP e ajudar a viabilizar o projeto.

Vencer as dificuldades de relevo e bombear um grande volume de água por 120 metros de altitude.

Fornecer um produto que exigisse reparos e manutenção mínimos.

Fornecer um produto que funcionasse com o mínimo de interrupções.

Fornecer um produto durável e capaz de operar de forma eficaz e eficiente por um longo período de tempo.

Solução

Um sistema de bombas poderoso e de alta capacidade.

Vencer as dificuldades do relevo era condição para o novo sistema de abastecimento da SABESP começar a funcionar.

Hitachi fornece equipamentos capazes de bombear 11m³ de água por segundo.

HO Sistema Cantareira é composto por seis barragens (Jaguari, Jacareí, Cachoeira, Atibainha, Juqueri e Águas Claras).

A água, em diferentes níveis de altura, deve seguir por gravidade até a Estação Elevatória de Santa Inês. De lá, a elevação das águas até o reservatório de Águas Claras só poderia ser feita por um sistema de bombas de alto poder e capacidade.

A Hitachi forneceu três equipamentos capazes de bombear 11m³ de água por segundo cada um, por uma distância de 120 metros, a uma velocidade de 720 rpm (rotações por minuto).

1-) Para vencer a barreira física da Serra da Cantareira, construiu-se a Estação Elevatória Santa Inês a 60 metros da superfície em rocha sólida.

2-) Bombas de alta capacidade foram então instaladas para bombear a áqua montanha acima.

3-) Válvulas resistentes foram instaladas para interromper o retorno da água em caso de falta de energia, oferecendo segurança ao equipamento.

Depois de uma avaliação cuidadosa, as bombas da Hitachi foram escolhidas pelo knowhow da companhia e pelas características do equipamento. Nós confiamos que os produtos seriam adequados para vencer os desafios que nosso projeto apresentava. Operamos com as bombas Hitachi há cerca de 40 anos, e nunca necessitamos fazer intervenções corretivas no equipamento. É possível realizar manutenções de forma rápida e eficiente, de forma que a capacidade da SABESP em fornecer água à população de São Paulo não seja afetada.

CARLOS ROBERTO DARDIS
Gerente de Divisão de Recursos Hídricos Metropolitanos Norte.

Resultado

Mais de 8,8 milhões de pessoas beneficiadas com água tratada.

SABESP atinge seus objetivos de melhorar a saúde pública e a qualidade de vida da população de São Paulo.

Sistema Cantareira segue funcionando com capacidade máxima.

A Hitachi desempenhou um papel de extrema importância ao ajudar a SABESP a atingir seus objetivos de melhorar a saúde pública e a qualidade de vida das pessoas que vivem em uma das maiores regiões metropolitanas do mundo.

Desde a instalação dos equipamentos de climatização, não houve qualquer necessidade de manutenção corretiva.

Para se ter uma ideia, de todo o volume de água fornecido para esta região, 47% vem por este sistema da SABESP.

A água é o recurso mais importante e cobiçado de nosso planeta. Ter água limpa e de qualidade contribui para a vitalidade, unidade e harmonia da comunidade.

CARLOS ROBERTO DARDIS
Gerente de Divisão de Recursos Hídricos Metropolitanos Norte.

Impactos positivos para a sociedade e para o meio ambiente.

Fonte: SABESP

Data de lançamento: Setembro de 2011
Soluções por: Hitachi Plant Technologies